Inicio > Equipes > EDH

Histórico

A proposta de trabalhar com a educação a distância partiu da necessidade do Programa promover mais e maiores capacitações em Direitos humanos. Em 2013 o Programa desenvolve a partir do edital “O ECA na minha Escola”, da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) do Ministério da Educação (MEC), com a finalidade de atualização dos profissionais da educação. Com esse primeiro curso outros projetos foram se aprofundando com financiamento MEC, parceria e suporte do Centro de Apoio para a Educação a Distância da Universidade Federal de Minas Gerais (CAED-UFMG) na plataforma moodle.

No início não havia uma equipe do Programa para execução desses projetos. Com a parceria da Secretaria do Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDESE-UFMG), veio a criação da equipe e a realização de cursos de Direitos Humanos que abrangessem muitos atores sociais no Estado. Em abril de 2014, a equipe Polos EaD foi formalizada.

Projetos

Projeto Escola de Formação em Direitos Humanos de Minas Gerais

A Escola de Formação em Direitos Humanos (EFDH) é uma proposta permanente da Subsecretaria de Direitos Humanos da SEDESE em parceria com o Programa Polos de Cidadania. Trata de proposta de formação continuada para atores públicos institucionais de todo o Estado sobre Direitos Humanos nos seus diversos segmentos, tais como: Introdução aos Direitos Humanos, Criança e Adolescente, Mulher e Gênero, Diversidade sexual, Pessoa idosa, Igualdade racial, Pessoa com deficiência, Comunidades tradicionais, Cidadãos em situação de rua e Direito à memória e à verdade.

A EFDH, compreende a realização de diversas ações educativas. Assim inicialmente serão ofertados cursos de atualização em direitos humanos, como também o desenvolvimento de pesquisas e materiais didáticos diversos envolvendo a temática e os seguimentos acima.

Curso: “Direitos Humanos e Cidadania: Criança e Adolescente”

O curso propõe que agentes institucionais tenham a possibilidade de se capacitarem nas temáticas que envolvem Direitos Humanos e Cidadania e Direitos de Crianças e Adolescentes, e que possam promover e transformar as ações e os espaços em que estão inseridos.

A proposta tem como eixo norteador a temática “Direitos Humanos e Cidadania”, que perpassará todos eixos do curso da EFDH.

Projeto Capacitações Permanentes em ambiente virtual

Para atuar em concordância com os marcos teóricos, a pluralidade de situações e os diversos atores sociais, os integrantes do Programa usufruem de capacitações contínuas. As mesmas, perpassam suas atividades cotidianas e são semanal e presencial. As capacitações permanentes em ambiente virtual surgem para aprofundar os debates com a proposta dos envolvidos.

Além da capacitação dos membros do Programa, a proposta pretende auxiliar na melhor organização do material já produzido pelo Programa e a produção de novos materiais, como vídeos, cartilhas e artigos científicos. Acima de tudo, a proposta de organização das capacitações, continuada e inicial do Programa é uma forma de conectar a prática diária das equipes às teorias desenvolvidas sobre os temas.

Projeto O ECA na minha escola

Com o financiamento da SECADI, via Fundo Nacional da Educação (FNDE), e suporte do CAED-UFMG, os cursos de atualização e extensão sobre Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), rede integrada de proteção e direitos das crianças e adolescentes em ambiente escolar são realizados pelo Programa Polos. Os cursos são semipresenciais (com encontros presenciais) e contaram com a produção de material didático por professores pesquisadores e tutoria presencial e a distância.

Curso de atualização “O ECA na minha escola”

O curso de atualização proposto pela SECADI “O ECA na minha Escola” capacitou servidores públicos da rede de proteção às crianças e adolescentes de seis Municípios mineiros (Corinto, Itabira, Conselheiro Lafaite, Ipanema e Governador Valadares) sobre o ECA, redes integradas de proteção e as questões relativas aos direitos de crianças e adolescentes em ambiente escolar. O curso foi realizado entre julho e setembro de 2013, teve 90 horas/aula, 150 vagas disponíveis e dois encontros presenciais na faculdade de Direito da UFMG.

Curso de extensão “Escola que Protege”

No primeiro semestre de 2014 o Programa Polos realizou o curso de extensão “Escola que Protege” com o intuito de promover a capacitação de atores sociais da rede de proteção de crianças e adolescentes na temática de enfrentamento às violências, educação para a diversidade e trabalho em rede. O curso contou com a participação de estudantes de cinco Municípios mineiros: Bocaiúva, Montes Claros, Nanuque, Paracatu e Taiobeiras, teve três encontros presencias nos polos atendidos, 90 horas/aula e 150 vagas.

Curso de extensão “Escola que Protege: enfrentando a violência no ambiente escolar e promovendo direitos de crianças e adolescentes”
Para o segundo semestre de 2014 o programa realizará o curso de extensão “Escola que Protege: enfrentando a violência no ambiente escolar e promovendo direitos de crianças e adolescentes”. Com 120 horas/aula, 250 vagas disponíveis e três encontros presenciais, o curso será realizado em seis Municípios mineiros: Belo Horizonte, Conceição do Mato Dentro, Diamantina, Formiga, Ipatinga e Uberaba.

Translate »