Inicio > Notas de Cidadania > CAMPANHA LANÇADA EM DEZEMBRO É CONTRA CRIMES AMBIENTAIS E DE DIREITOS HUMANOS

Pré-lançamento em dezembro sinaliza a luta simbólica contra as violações de direitos humanos decorrente da ação degradante da mineração no Estado. #licenciamentocomviolacaoNAO

Durante o mês de dezembro é comemorada a proclamação da Declaração Mundial dos Direitos Humanos. Dia 10, domingo, foi destinado a ser o marco, e há 70 anos é sabatinado e festejado por defensores dos múltiplos Direitos por ela registrada. Seguindo este desejo ardente de luta e efetivação de direitos, foi lançada pelo Programa Transdisciplinar Polos de Cidadania da UFMG, a campanha “LICENCIAMENTO para extração mineral COM VIOLAÇÃO NÃO”.

A campanha conta com a participação e o apoio da Pró-reitoria de Extensão da UFMG, PROEX, e do Grupo de Estudos em Temáticas Ambientais, GESTA | UFMG, e demostra a profundo preocupação da universidade com as mais variadas violações de direitos decorrentes dos processos minerários.

O Programa Polos de Cidadania, atua com o fortalecimento de comunidades que enfrentam problemas decorrentes da mineração, tendo há mais de dois anos uma equipe in loco em Conceição do Mato Dentro e Dom Joaquim, assessorando a região afetada.

A campanha “LICENCIAMENTO para extração mineral COM VIOLAÇÃO NÃO” busca lembrar os inúmeros perigos decorrentes do licenciamento sem as devidas precauções legais e técnicas no âmbito da exploração mineral. Vale lembrar o caso recente da barragem do Fundão em 2015, Mariana-MG, e os dez anos do vazamento da lama tóxica do dique da mineradora Rio Pomba Cataguases. Assim, pela preservação da vida #licenciamentocomviolacaoNAO.

Seu email não será publicado. Campo obrigatório *

*

Translate »